Como a Análise Estatística pode facilitar a tomada decisões nos negócios

Como a Análise Estatística pode facilitar a tomada decisões nos negócios

A análise estatística fornece aos gerentes as informações de que precisam para tomar decisões certas em circunstâncias incertas. Quando os gerentes analisam pesquisas estatísticas nas empresas, eles determinam como proceder em áreas como auditoria, análise financeira e pesquisa de marketing.

A estatística é apenas um dos campos de estudo importantes de um novo administrador de empresas. Os futuros profissionais de negócios precisam reconhecer a importância das estatísticas na criação de previsões precisas. As empresas que dependem de análises podem ser mais eficazes quando trabalham com as estatísticas certas.

O que é Análise Estatística de Negócios?

A “pesquisa estatística” ou “análise estatística de negócios” permite que os gerentes analisem o desempenho passado, prevejam práticas de negócios futuras e liderem as organizações de maneira eficaz. As estatísticas podem descrever os mercados, informar a publicidade, definir preços e responder às mudanças na demanda do consumidor.

A análise descritiva analisa o que aconteceu e ajuda a explicar o porquê. Usando dados históricos, os gerentes podem analisar sucessos e fracassos anteriores. Isso também é chamado de “análise de causa e efeito”. Algumas aplicações comuns de análises descritivas incluem vendas, marketing, finanças e operações.

A análise preditiva usa uma variedade de técnicas estatísticas (como modelagem e mineração de dados) para prever probabilidades e tendências futuras com base em dados históricos. Isso vai além de relatar o que aconteceu para criar as melhores estimativas do que acontecerá. Algumas aplicações comuns de análise preditiva incluem detecção e segurança de fraude, avaliação de risco, marketing e operações.

A análise prescritiva é o estágio de determinar o melhor curso de ação em uma determinada situação de negócios. Isso inclui saber o que pode acontecer, por que pode acontecer e como navegar por isso. A atualização constante das informações altera a análise prescritiva, permitindo que os gerentes mantenham planos de ação para suas organizações em tempo real.

Média, mediana e moda

Aqueles que usam a pesquisa estatística nos negócios devem estar familiarizados com como as estatísticas são calculadas, incluindo como a média, a mediana e a moda trabalham juntos para criar significado a partir de um conjunto de números. A média é uma média de um conjunto de números, a mediana é o número do meio em um conjunto de números e o modo é o número mais comum em um conjunto.

Os gerentes de sucesso entendem que esses conceitos funcionam em conjunto para criar uma imagem precisa da condição de uma empresa.

Responsabilidade com as estatísticas

De acordo com o Six Sigma Online, os gerentes devem estar preparados ao usar a pesquisa estatística nos negócios para explicar a pesquisa a outras partes interessadas e atestar sua autenticidade. 

É importante saber a fonte dos dados e fazer perguntas como: O que esta pesquisa representa e por que ela foi gerada? A pessoa que compilou esses dados era capaz de fazer isso e eles eram imparciais?

Como as estatísticas podem revelar o futuro

Uma das razões mais dramáticas pelas quais a análise estatística é importante na tomada de decisões é que elas podem nos ajudar a ver o futuro. Embora todos os esforços de previsão estejam sujeitos a certas limitações, a análise preditiva provou ser uma maneira útil para os tomadores de decisão chegarem a suposições verdadeiramente informadas sobre eventos e tendências futuras.

Usando estatísticas atuais e históricas extraídas da coleta de dados precisos, a análise preditiva aplica algoritmos estatísticos e aprendizado de máquina (ou inteligência artificial) para fazer previsões sobre tendências futuras e resultados esperados. Empregar esse processo de forma eficaz, no entanto, requer estatísticos que entendam como coletar dados precisos e interpretar os resultados.

Os especialistas acreditam que essas oportunidades emergentes em estatísticas aplicadas servirão às organizações em todos os setores, mas alguns aplicativos específicos que já demonstram sucesso incluem:

  • Maior desempenho em negociações financeiras;
  • Melhorar o diagnóstico, o tratamento e os processos administrativos em saúde;
  • Melhor compreensão e previsão de estratégias de marketing e publicidade;
  • Modelagem científica detalhada para desenvolvimento farmacêutico;
  • Dados demográficos do cliente e tendências para varejistas;
  • Métodos aprimorados de teste e ensino na educação.

Estatísticas aplicadas economizam e ganham dinheiro

Uma compreensão mais clara de informações precisas posiciona qualquer entidade para economizar dinheiro em suas operações e criar mais lucro. As empresas utilizam estatísticas em uma variedade de áreas que afetam seus resultados financeiros, incluindo:

  • Medição de desempenho;
  • Condições de previsão, produção e vendas;
  • Analisando o risco e o retorno dos investimentos;
  • Pesquisa de mercado.

Estatísticos capacitam líderes para tomar melhores decisões

Cada vez mais, os líderes de sucesso sabem que compreender e aplicar estatísticas é importante na tomada de decisões. Karen Price, consultora sênior de pesquisa da empresa farmacêutica Eli Lilly no Brasil, viu em primeira mão o benefício de ter estatísticos envolvidos nas decisões. Como muitas outras empresas e organizações, a Eli Lilly descobriu que as abordagens quantitativas melhoram as decisões e aumentam a probabilidade de sucesso no desenvolvimento de medicamentos.

Uma das maneiras pelas quais os estatísticos provam ser inestimáveis ​​é ajudar os tomadores de decisão a evitar armadilhas analíticas comuns, incluindo:

  • Viés de confirmação – onde o executivo só vê o que já acredita ser verdade em um relatório, em oposição à interpretação mais objetiva dos dados;
  • Excesso de confiança – acreditar que uma análise cobre mais do que realmente cobre.

O perigo do viés de confirmação é manter os líderes presos ao passado, confiando em práticas passadas que não levam mais ao sucesso futuro. 

Um estatístico treinado pode auxiliar um executivo na identificação e compreensão dos resultados da análise, sobre a melhor alocação de recursos. O estatístico também pode ajudar a manter as metas realistas e mensuráveis ​​para ajudar a minimizar erros e desperdício.

Aproveite a importância da estatística na tomada de decisões para expandir sua carreira

A importância da estatística na tomada de decisões

A maioria das empresas e executivos perceberam que a utilização da análise estatística é importante na tomada de decisões. Uma pesquisa recente (Big Data e pesquisa executiva AI 202a) realizada pela empresa americana NewVantage Partners (uma das pioneiras no uso de ciência de dados) revelou que 99% das empresas pesquisadas estão investindo em iniciativas de dados e 96% estão relatando resultados de negócios mensuráveis. O mercado de estatísticos aplicados está cada vez mais forte.

Conclusão

Compreender a importância da análise estatística na tomada de decisões é o primeiro passo; ganhar o conhecimento necessário e a experiência em primeira mão é o próximo. 

Aqueles com um título de mestre aumentam suas oportunidades de carreira e potencial de ganho à medida que desenvolvem habilidades especializadas exigidas pelos empregadores.

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on print
imprimir
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on print

O que achou deste artigo?

Leia também