Qual a Diferença entre análise de dados e análise estatística?

Cinquenta anos atrás, as linhas entre “análise de dados” e “análise estatística” eram bastante claras. Mas, à medida que a análise dos dados evoluiu, essas linhas ficaram borradas. A diferença entre análise de dados e análise estatística é o que você verá agora. 

O que é “Análise de Dados”?

Os cientistas e estatísticos de dados geralmente definem “análise de dados” de maneiras diferentes.

Para um cientista de dados, a análise está analisando vastas quantidades de dados: inspecionando, limpando, modelando e apresentando-os de maneira não técnica a cientistas que não são de dados. A grande maioria dessa análise de dados é realizada em um computador.

Se você é estatístico, em vez de “vastas quantidades de dados”, normalmente possui uma quantidade limitada de informações na forma de uma amostra (isto é, uma parte da população); A análise dos dados é realizada nesta amostra, utilizando técnicas estatísticas rigorosas. 

Cientistas de dados e estatísticos usam dados para fazer inferências sobre coortes de consumidores, população em geral ou mercado-alvo. No entanto, a diferença entre análise de dados e análise estatística está clara na abordagem, eles abordarão a questão da análise de dados de maneira bastante diferente.

Um analista de dados terá várias ferramentas de ciência de dados a seu favor (por exemplo, linguagens de programação como Python e R, ou experiência com estruturas como Hadoop e Apache Spark) com as quais eles podem investigar os dados e fazer inferências.

Por outro lado, um analista estatístico geralmente usa técnicas matemáticas como teste de hipóteses, probabilidade e vários teoremas estatísticos para fazer inferências. 

Embora grande parte da análise de dados de um estatístico possa ser realizada com a ajuda de programas estatísticos como R, a análise é mais metódica e direcionada à compreensão de um aspecto específico da amostra de cada vez (por exemplo, a média, desvio padrão ou intervalo de confiança).

O  ciclo de vida dos dados é essencial para o fluxo de trabalho de dados na ciência de dados:

Diferença entre análise de dados e análise estatística - Ciclo de dados

Você pode executar muitas etapas de análise de dados na ciência de dados com muito pouca base estatística: preparação de dados, transformação de dados.

O que é análise estatística?

É a ciência de explorar, coletar e demonstrar apresentar grandes volumes de dados para descobrir tendências e padrões subjacentes. As estatísticas são aplicadas todos os dias – em pesquisa, indústria e governo – para se tornar mais científico sobre as decisões que precisam ser tomadas. Por exemplo:

  • Os fabricantes usam estatísticas para transformar a qualidade em lindissimos tecidos, para impulsionar a indústria aérea e auxiliar guitarristas a compor uma música bonita.
  • Os pesquisadores mantêm as crianças saudáveis ​​usando estatísticas para analisar dados sobre a produção e uso de vacinas virais, o que vai garantir a segurança e a consistência.
  • As empresas de comunicação usam as estatísticas para otimizar os serviços de rede e melhorar o recursos disponíveis e reduzir a rotatividade de clientes, obtendo uma maior compreensão dos requisitos do assinante.
  • As agências governamentais de todo o mundo confiam nas estatísticas para uma compreensão clara de seus países, negócios e pessoas.
  • Olhe a sua volta. Do tubo de creme dental no banheiro aos aviões voando acima, você vê diariamente centenas de produtos e processos que foram aprimorados com o uso de estatísticas.
  • De um modo geral, a análise estatística é a ciência da descoberta de padrões e tendências nos dados, usando estatísticas. Observe que a palavra-chave aqui é “estatísticas”. 

Para realizar qualquer análise estatística, você precisa usar as estatísticas. Historicamente, apenas estatísticos usavam técnicas estatísticas nos dados. 

Mas, à medida que a ciência dos dados evoluiu, ela se misturou a muitas áreas que antes eram consideradas o domínio exclusivo do estatístico: visualização de dados, otimização, análise de alta dimensão, para citar apenas algumas.

Diferença entre análise de dados e análise estatística - Ciclo de Estatística

A diferença entre análise de dados e análise estatística

Qualquer analista de dados competente terá uma boa compreensão das ferramentas estatísticas e alguns estatísticos terão alguma experiência com linguagens de programação como R, mesmo assim a diferença entre análise de dados e análise estatística exige antes de mais nada, a compreensão dos métodos de estatística.

Os métodos tradicionais de análise estatística – desde amostragem de dados até a interpretação de resultados, são utilizados há milhares de anos pelos cientistas. 

Mas os volumes de dados atuais tornam as estatísticas cada vez mais valiosas e poderosas. Armazenamento acessível, computadores poderosos e algoritmos avançados promoveram um aumento significativo na utilização de estatísticas computacionais.

Seja trabalhando com enormes quantidades de volumes de dados ou executando várias permutações de seus cálculos, a computação estatística se tornou essencial para o estatístico de hoje. 

As práticas de computação estatística mais populares que podemos destacar são:

Programação estatística – desde a tradicional análise de variância e regressão linear até as técnicas exatas de observação estatística, a programação estatística é fundamental em todos os campos, principalmente antes de tomar qualquer decisão baseada em dados.

Econometria – Modelagem, previsão e simulação de processos de negócios para melhor planejamento estratégico e tático. A economia aplica métodos de estatísticas para conseguir prever futuras tendências.

Pesquisa operacional – permite identificar quais ações produzirão os melhores resultados, com base em diversas alternativas opções e possíveis resultados. Os processos de agendamento, simulação e modelagem relacionados são usados ​​para otimizar processos de negócios e desafios de gerenciamento.

Programação matricial – Poderosas técnicas de computador utilizando algoritmos que são capaz de desenvolver métodos estatísticos próprios e analisar rapidamente um grande volume de dados.

Visualização estatística – Análise estatística interativa e rápida, e recursos exploratórios que podem ser usados ​​por meio de uma interface visual para entender dados e criar modelos.

Melhoria estatística da qualidade – Uma abordagem matemática para revisar as características de segurança e qualidade de todos os aspectos da produção.

Conclusão

O campo das estatísticas afeta nossas vidas de várias maneiras. Desde as rotinas diárias em nossas casas até o negócio de fazer funcionar as maiores cidades, os efeitos das estatísticas estão por toda parte.

Já a análise de dados lida diretamente ferramentas, programação, ciências exatas e é um método de análise em constante transformação.

A verdade é que tanto a análise de dados como a análise estatística se complementam e são fundamentais para a vida do homem moderno.

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on print
imprimir
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on print

O que achou deste artigo?

Leia também